Sou divorciado e tenho uma filha que mora comigo e …

Comment on Direito Família by carlos apolinário.

Sou divorciado e tenho uma filha que mora comigo e que vai fazer 15 anos de idade daqui há 3 meses.
A filha durante audiência de contestação feita por mim, escolheu morar comigo.
Atualmente moramos em uma cidade que fica distante 50 km da cidade onde a mãe dela mora. A nossa filha estuda na melhor escola da região e por causa das exigências escolares que apresenta (estudos, provas, reuniões, ensaios….) ela tem ficado cada vez menos com a mãe e por esse motivo a mãe está solicitando alteração no regime da guarda, passando a guarda para a mãe, fato esse que a filha não deseja pois:.
A filha não quer mudar de cidade / de escola / de dentista / de amigos / de rotina e mãe está utilizando-se de tudo isso para dizer que sou eu que não incentivo a filha a ficar com ela. Na próxima semana iremos passar por uma nova audiência (terceira) que foi solicitada pela mãe e pela experiencia que tenho (já passei por duas audiências anteriores sobre este assunto), além de não ter a minima oportunidade para expressar os meus pontos de vista pela autoridade que julga o caso, ainda vou ser acusado de coisas que nunca fiz, ou seja, se depender desta nova audiência a guarda vai ser revertida em prejuízo da adolescente e isso só vai trazer sofrimento e dor para a nossa filha que gosta muito das suas atividades, dos seus amigos e dos familiares que convive morando nesta cidade.
Irão obrigá-la a fazer algo que ela não quer, irão forçá-la a mudar toda as suas referencias e os seus interesses e novamente os seus sentimentos serão totalmente ignorados. Foi isso que aconteceu na primeira audiência quando a adolescente não foi ouvida e arrancaram ela da casa dela, do convívio com o pai, do convívio com os amigos.
Diante desta situação não sei o que fazer. estão querendo obrigar uma adolescente a fazer exatamente o contrário do que ela quer.
Obs: suas notas na escola são ótmas e a sua convivência com os amigos que fez também é excelente. A adolescente está super feliz com as suas atividades e estão querendo tirar isso dela.
Preciso de uma orientação. O que posso fazer para impedir que essa situação se concretize?
Obs: sou eu quem pago praticamente todas as despesas que a nossa filha tem (mais de 80% das despesas)

Sem categoria